7 de jul de 2013

DESconfiar

Mais cedo ou mais tarde ela vai aprender que o mundo não é um mar de rosas, que não se deve mergulhar de cabeça na confiança, aprender que não precisa depender de ninguém, por mais que muitas vezes se queira entregar o coração pra outrem, que por sua vez não ira valorizar, despedaçando, tirando de dentro dele todas as esperanças de ser feliz. Depois do trauma, ela recolhe os cacos, remenda. cola e faz um coração outra vez, com mais uma experiencia pra contar, ela sai a procura de mais um pra poder confiar, mesmo sabendo que não tem a mínima possibilidade de dar certo, ela resolve arriscar se machucar, mais uma vez se decepcionar.   Apesar de tudo que ela passa, insiste em um dia encontrar alguém em que não seja necessário DESconfiar.

S.I



Nenhum comentário:

Postar um comentário